É tempo de renovo!

2 abr , 2018 Psicologia

O momento é propício para falarmos sobre renovação: estamos no período do outono e acabamos de passar pela páscoa. Nesta estação, a natureza passa por momentos de transição e mudança; e no feriado praticado, temos presente a mensagem de esperança, onde os sonhos podem renascer. Onde a morte não é  o fim.
 

 
A nossa vida é palco de inúmeras mudanças, algumas delas que não podemos fugir e outras intencionalmente colocadas em curso por nós. Desde o recém nascido que chega a fase adulta até a decisão por pintar ou cortar o cabelo. 
 
Uma das coisas mais lamentáveis na vida, é perceber que estamos estagnados. Parados. Na mesmice. Isso pode acontecer por estarmos presos ao passado, a alguma situação que não existe mais. É nessa hora que precisamos de renovo! A nossa vida clama por mais, tem sede de mudança e novidade. 
 
 
Para isso é fundamental ter coragem. Atos de separar o que fica, o que será necessário abandonar e o que precisará ser repaginado. Chegou o momento de deixar para trás o que não serve, solidificar o que nos fortalece e atualizar aquilo que tem incapacitado nosso desenvolvimento. Transformar costumes, lembranças e modos de ser que já não são mais necessários da forma como temos feito. 
 
Você é uma pessoa solícita, por exemplo, sempre disponível para ajudar quem convive com você mas que por outro lado está sempre sobrecarregada em nome desses gestos altruísmos que nem consegue dar conta das suas próprias tarefas? Chegou a hora de renovar esse jeito de ser.
 
A proposta não é deixar de ser uma pessoa que se doa, mas sim, passar a ser uma pessoa que consegue ajudar o próximo sem se prejudicar por isso! 
Nem toda mudança implica em eliminar algo de nossas vidas.
 
Não tenha medo.
 
Em alguns momentos falta apenas ajustar, renovar aqui e ali para que tudo transcorra harmoniosamente.
Em outra oportunidade falarei mais sobre mudanças mas por hora gostaria de convidar você a refletir:
O que em mim pede por renovo?
Sinto necessidade de renovar algo?
 
 
Aproveite o momento e promova em si algumas transformações, deixe pra lá o que secou e não tem como se nutrir dentro de você e abra espaço para a esperança que nos aponta uma rica promessa: tudo muda e há sempre um amanhã para fazer diferente.
 
 

Com carinho,

Psicóloga Williane Lima (CRP 05/49563)


2 Responses

  1. Patrick Barreto disse:

    Olá, muito bom!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *