Renove-se!

23 dez , 2018 Psicologia

Tem uma música que diz assim “Entra ano e sai ano… sempre os mesmo planos!”. Você se reconhece nestes versos?

Nessa época de fim de ano começam as resoluções de ano novo… (E você, já pensou em fazer a sua listinha do que deseja para 2019?) A divisão temporal da vida é uma construção social que poder ser utilizada a nosso favor. Estar num movimento cíclico, ter uma motivação externa pode funcionar como um incentivo extra para refletir sobre nossos sonhos, repensar nossos hábitos, ressignificar nossas vidas.

O ano novo costuma vir carregado de esperança e clima de renovação e mudança. Nem todas as pessoas sentem assim, é verdade, mas independentemente do momento temporal em que aconteça, é importante parar e olhar para a vida que temos levado. É sempre importante renovar nossos pensamentos, sentimentos e atitudes diante da vida. Principalmente se tem alguma coisa fora do lugar, que incomoda e tira a nossa paz. É aquele clichê: não tem como continuarmos fazendo exatamente as mesmas coisas, e ter um resultado diferente, não é mesmo?

“O que você deseja mudar na sua vida? O que você deseja aperfeiçoar? Ressignificar?  Transformar? Ampliar ou diminuir? Eliminar? E… O que você deseja manter? Podem ter áreas em nossas vidas que fluem com mais harmonia… aquela sensação de: Estou no caminho certo… Mas mesmo o que está fluindo, está em processo de mudança e renovação… o tempo todo. Vida é movimento…”

Para finalizar, quero compartilhar com você três dicas que recebi da Psicóloga Gabriele Ribas para te inspirar e motivar, caso você queira fazer uma lista de resolução para 2019 (também tem uns templates aqui, você viu?):

Dica 1: Priorize. Escreva uma grande lista com tudo que você deseja mudar, com todos os novos hábitos que você deseja implementar, e aqueles que você deseja extinguir ou diminuir. Depois, coloque em ordem de prioridade. De posse dessa lista, eleja uma atitude/hábito para priorizar a cada mês do ano. Muitas vezes acontece da nossa lista de resolução ser tão grande, queremos tantas coisas, que a gente se emaranha tanto nos desejos e atrasa nossas realizações. Portanto, priorize. Escolha a atitude mais relevante para você nesse momento, e foque nela. A partir do momento que essa ação virar um hábito, passe para o próximo item da sua lista.

Dica 2: Crie micro-hábitos. Acordar todos os dias às 5h da manhã, ler um livro por semana, meditar 30 minutos por dia, escrever dez páginas diariamente… podem ser metas maravilhosas, mas às vezes, grandes demais. A ideia de criar micro-hábitos é trazer aquela atitude para o seu dia, em um tempo mínimo, mas constante. Por exemplo, meditar diariamente 30 minutos, pode ser muito, mas se fosse 5 minutos por dia? Ah, Gabi, mas seria melhor mais tempo… Hum… não necessariamente… Pesquisas nessa área indicam que mais importante que a quantidade de tempo meditando, é a constância, para atingir os benefícios da meditação.  Outro exemplo: Se você sonha escrever um livro, e imagina que isso pode demorar muito… pensa: se você escrever uma página por dia em 2019… no final do ano… você poderá ter um livro de 365 páginas… um bom número, não é mesmo?

Dica 3: E a última dica de hoje é: Celebre cada passo. A nossa felicidade está no dia a dia, na jornada, no caminho, no processo. Não está lá na frente, quando você se formar, quando você se casar, ou quando você se separar, quando viajar, quando voltar da viagem, quando vender ou comprar a casa, quando sair do emprego ou quando começar um novo trabalho, quando começar ou terminar um curso, quando seu filho nascer ou realizar outro sonho, meta, objetivo que está por vir. Valorizar e apreciar a beleza de cada momento, faz toda a diferença. A felicidade é hoje. O ano novo é hoje. E sempre é tempo de renovar, não importa o dia que mostra no calendário!

Sonhe alto. Dê pequenos passos. Comece agora!

 

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *