Você quer uma amor para que?

13 jun , 2021 Relacionamento Amoroso

Ei, solteira! Não bastasse estarmos numa pandemia, não bastasse ser dia dos namorados… ainda cai num sábado! Vamos conversar um pouco?

Você gostaria de estar num relacionamento bem gostoso, certo? Comemorando ou não a data de hoje mas com alguém na sua rotina como um verdadeiro parceiro/a de vida: presente em todos os momentos, seja no apoio, ao seu lado ou na linha de frente com/por você.

Mas eu te pergunto: você sabe amar e ser amada? Entende que o amor é uma construção? Que um amor bom de se viver é uma escolha diária? Você acredita que dá para viver isso?

Eu sei que sim e vou te contar o segredo para conseguir: tenha com você mesma o tipo de relação que você deseja receber do amor.

O amor é primeiro sobre dar e depois sobre receber. Desculpe se você está cansada do clichê mas tudo começa com amor próprio…

Se você quer um amor leve, observe se você imprime leveza na sua vida.
Se você quer um amor que te valorize, te apoie e priorize você; observe se você tem sido a sua melhor incentivadora.
Se você quer alguém para te amar, observe se você tem se amado.

Se o amor é uma área espinhosa para você eu aposto que você não se dá em plenitude aquilo que espera receber de um par amoroso.

Vou contar outro segredo: é muito comum que você queira que outro te dê esse amor, para que você não se responsabilize em se dar esse amor. Primeiro. Antes de tudo.

Se você não faz isso por você, então como esperar que alguém faça?

“A gente aceita o amor que se acha merecedor” clichê, clichê, clichê mas tão verdadeiro quanto!

Repara só… se você se visse digna de um amor saudável você faria boas escolhas amorosas. Diria não. Iria embora. Aprenderia com erros ao invés de repeti-los.

A responsabilidade é sua. Não tem mágica e não tem nenhuma força incontrolável que toma conta de você e te impede de não aceitar aquilo que você não merece.

Não tem azar, não tem dedo podre.

Tem as escolhas.

Se você está sem companhia hoje -ou infeliz com a companhia que tem – como você chegou até aqui?

O amor é escolha.
Amar é uma decisão.

Quais escolhas você tem feito?

Ame-se como gostaria de ser amada e eu aposto que a sua história amorosa muda.

Com carinho,
Williane Lima


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *